Horário de Atendimento : Seg. a Sex.: 7h - 12h e 13 - 18h. Sáb.: 8h - 12h
  Contato : (54) 3011-0092 e WhatsApp (54) 99194-0757

As doenças mais comuns que podem atingir a saúde da mulher

Doenças femininas

Conheça as doenças mais comuns que podem atingir a saúde da mulher

A mulher necessita de cuidados específicos para sua saúde em todos os períodos da sua vida, da adolescência até a terceira idade.

Para que sua saúde seja acompanhada e medidas de prevenção sejam adotadas a mulher deve visitar regularmente o médico especialista da área, que é o ginecologista.

Além disso, a informação é fundamental e deve estar presente em todas as fases da vida de uma mulher a fim de que ela saiba quando há algo de errado com seu corpo. Fizemos uma lista com as doenças mais comuns que atingem o público feminino. Confira abaixo e saiba o que acontece com o corpo quando desenvolve cada doença:

ENDOMETRIOSE

Essa doença feminina é bastante comum e atinge, pelo menos, 20% das mulheres que se encontram em idade fértil. Esse transtorno ginecológico pode ocorrer em qualquer idade, da adolescência a idade adulta.

O endométrio é o tecido que reveste normalmente a  parte interna do útero. Durante o ciclo menstrual ele prolifera e caso não ocorra gestação descama através da menstruação. A endometriose ocorre quando o tecido endometrial se implante e desenvolve fora da cavidade uterina, como ovários, trompa e cavidade peritoneal. Isso causa inflamação e muitas dores à mulher.

O diagnóstico é feito através do exame ginecológico, complementado por exames de imagem, principalmente a ultrassonografia e a Ressonância Magnética. Por vezes pode ser necessária a realização de Videolaparoscopia Diagnóstica.  

Principais Sintomas: Dor na região inferior do abdômen, cólicas fortes, cólica menstrual, sangramentos irregulares, dor nas relações sexuais, dificuldade para engravidar e alterações intestinais ou urinárias.

Tratamento: Pode ser baseado na utilização de medicações, Cirurgias e Técnicas de Fertilização para a Infertilidade.

 

SÍNDROME DO OVÁRIO POLICÍSTICO (SOP)

A SOP é uma doença que ainda não possui uma causa específica identificada. Ocorre um desequilíbrio hormonal onde há o surgimento de diversos cistos nos ovários que podem aumentar o tamanho dos mesmos.

As mulheres com SOP ovulam menos, o que provoca irregularidade menstrual e pode causar infertilidade. O diagnóstico é clínico, complementado por ultrassonografia e exames laboratoriais.

Principais Sintomas: Menstruação irregular, dificuldade para engravidar, excesso de pêlos pelo corpo, alteração da glicose, queda de cabelo, oleosidade da pele, obesidade e dificuldade de emagrecer.

Tratamento: Perda de peso, atividade física e controle dietético fazem parte das orientações. Podem ser utilizadas medicações para regularizar o ciclo menstrual, controlar a acne, oleosidade e aumento de pêlos.  Caso deseje gestar existem tratamentos específicos com essa finalidade.

 

MIOMA UTERINO

O mioma, também chamado de fibroma uterino, é um tipo de tumor benigno da musculatura uterina. Muito comum em mulheres na idade fértil, uma em cada cinco possui algum mioma uterino.

O diagnóstico é feito a partir de exames ginecológicos e ultrassonografia transvaginal. 

Principais Sintomas:  Fluxo menstrual maior do que o normal e com longa duração e irregular podendo causar anemia. Dor pélvica ou no abdômen, pressão na bexiga, dificuldade para engravidar, sintomas intestinais ou aumento do volume abdominal.

Tratamento: Medicamentos ou cirurgia.

 

CÂNCER DE MAMA

É o tumor maligno mais  frequente na mulher, sendo importante causa de mortalidade, geralmente surge como um nódulo na mama. Existem múltiplos fatores de risco, os mais importantes são a idade e a história familiar.

O diagnóstico é dado por meio de exame clínico das mamas, da mamografia e da ultrassonografia mamária. Principalmente a mamografia de rastreamento,  feita uma vez  ao ano a partir dos 40 anos.

Principais Sintomas: Aparecimento de um nódulo  na mama, alteração da pele, dor,  inversão do mamilo ou nódulos nas nas axilas.

Tratamento: Cirurgia, Quimioterapia, Hormonioterapia e Radioterapia.

 

OSTEOPOROSE

É a redução da resistência dos ossos, tornando-os mais frágeis e porosos. Atinge, em grande maioria, mulheres pós menopáusicas,  brancas de estatura baixa, e com um estilo de vida sedentário.

O diagnóstico pode ser feito por meio da densitometria óssea e o tratamento envolve exercícios físicos, cuidados alimentares, medicações e suplementação de cálcio e Vit D.

A Verità Diagnóstico preza pela saúde da mulher e possui um espaço exclusivo para a realização dos diversos exames citados acima. Clique aqui para conhecer o Centro da Mulher Dr. Aliomar Andrade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1
Olá, podemos ajudar? Fale conosco por WhatsApp agora
Powered by