Horário de Atendimento : Seg. a Sex.: 7h - 12h e 13 - 18h. Sáb.: 8h - 12h
  Contato : (54) 3011-0092

All Posts Tagged: álcool

salad-374173_960_720

Hábitos alimentares devem ser mudados no verão

O verão brasileiro é uma estação que graças às suas características de sol forte e temperaturas elevadas, exige certos cuidados com a saúde e a alimentação, que devem ser redobrados nesse tempo. Assim até mesmo alguns hábitos alimentares devem ser mudados no período.

Nessa estação a alimentação deve ser a mais saudável possível, sempre priorizando o consumo de frutas, legumes e verduras, evitando os alimentos ‘’pesados’’, que não combinam em nada com o verão. Pensando nisso, fizemos um artigo sobre os hábitos alimentares que devem ser mudados nesse período, para que você aproveite o verão da melhor forma possível.

Beba mais água

A primeira e umas das mais importantes mudanças alimentares que devem acontecer no verão é o aumento no consumo de água. Já que, nesse período devido ao calor e as altas temperaturas perdemos mais líquidos e sais minerais.

Sendo assim, é necessário que a reposição de líquidos seja feita de forma mais intensa para manter o corpo sempre hidratado.

E não apenas água, beba também sucos naturais, água de coco, chá gelado e isotônico. Entretanto, evite bebidas com alta concentração de açúcar.

Cuidado com as bebidas alcoólicas

Em geral, as bebidas alcoólicas causam efeito desidratante no corpo, sendo o próprio álcool o grande culpado por isso. Isso acontece porque ele diminui produção do hormônio antidiurético, que é o responsável por regular a perda de água corporal.

Desse modo, quando bebemos vamos mais vezes ao banheiro e assim mais água é eliminada pelo organismo. Sendo esse o grande motivo do cuidado com as bebidas alcoólicas, pois, elas irão retirar mais água do corpo em um período como o verão onde é preciso de mais hidratação.

Outro ponto importante sobre álcool e verão é o fato das pessoas acreditarem que estão se hidratando ao tomarem cerveja, por exemplo.

Consuma menos sal

Para desfrutar do verão de forma mais saudável consuma menos sal, pois ele é um grande responsável pela retenção de líquido.

Além disso, o consumo excessivo dele está relacionado ao aumento da pressão arterial. O ideal é consumir até 5 gramas de sal por dia.

Consuma mais frutas

As frutas são alimentos ricos em nutrientes, fibras e até mesmo em água. Consumi-las no verão vai te ajudar na hidratação e equilíbrio do corpo.

Frutas da estação, maçã, uva, banana, e principalmente a melancia, composta predominantemente por água, são ótimas opções. O indicado é comer pelo menos de 3 a 5 frutas por dia.

Coma mais verduras e legumes

Assim como as frutas, as verduras e os legumes frescos também devem ser consumidos em abundância no verão. Já que eles também são ricos em fibras e nutrientes, e alguns em água, como o pepino.

As saladas são uma boa maneira de aproveitar esses alimentos, criando assim, uma refeição equilibrada e saudável.

Evite os alimentos modificados ou processados industrialmente

Por ser uma estação com altas temperaturas, não é indicado no verão o consumo de alimentos industrializados, como os enlatados e molhos prontos.

Já que, eles são ricos em corantes artificiais, conservantes, estabilizantes e sódio. Então, sempre prefira os alimentos frescos.

Diminua o consumo de frituras

O consumo de alimentos ricos em gorduras e as frituras devem diminuir especialmente no verão, evitando assim problemas gastrointestinais.

Sendo assim, dê preferência aos alimentos grelhados. Escolha também alimentos ricos em gorduras boas como o abacate, o coco e a chia.

Atenção com os alimentos comprados na rua

O calor do verão faz com que alguns alimentos estraguem com mais facilidade, além disso, temperaturas elevadas contribuem para a proliferação de bactérias, que contaminam as comidas.

Desse modo, a dica é: na hora de comer fora de casa é importante ficar atento às condições de higiene do local e a correta conservação das refeições. E se você perceber que o alimento está com uma aparência, cheiro ou gosto estranho, não coma.

Para finalizar

Antes de terminar nosso artigo é importante que você saiba que para manter seu organismo saudável, além de bons hábitos alimentares também é preciso estar com os seus exames médicos em dia, só assim, você ficará ciente de como está a sua taxa de gordura, açúcar, entre outras questões importantes para manter o seu organismo saudável.

Não perca tempo, entre em contato com a Veritá e marque os seus exames, teremos um enorme prazer em te atender.

 

Mais Informações

Excessos de final de ano colocam as comemorações e a saúde em risco

https://pixabay.com/pt/natal-tempo-de-natal-advento-2960254/

Fartos banquetes, bebidas alcoólicas, refrigerantes, celebrações no trabalho, na família e com os amigos. A ingestão excessiva de alimentos e bebidas alcoólicas é geralmente uma característica das festas de fim de ano (e as vezes se extende para o verão, principalmente no que toca bebidas).

Nas celebrações destes períodos do ano é comum o consumo de pratos gordurosos e sobremesas carregadas de açúcar. Dessa forma, passamos a consumir uma quantidade de calorias maior do que a habitual.

Além disso, também é bastante comum o aumento no consumo de bebidas alcoólicas.

Mas você sabia que os excessos de final de ano colocam as comemorações e a saúde em risco?

Como o corpo reage aos excessos do final de ano?

É comum acreditar que o único malefício dos exageros de fim de ano é o ganho de peso ou colesterol.

Entretanto, em matéria publicada pela BBC News Brasil, Barry Campbell, gastroenterologista da Universidade de Liverpool (Inglaterra), afirma que os malefícios dos excessos de fim de ano vão além disso.

De acordo com a especialista, as bactérias presentes em nosso sistema digestivo sofrem impactam quando alimentos gordurosos são ingeridos.

Desse modo, se a má alimentação for mantida por um certo tempo, podem ocorrer distúrbios, como uma inflamação intestinal.

Entretanto, esse quadro pode ser evitado se após um dia de exagero for feito um período de alimentação equilibrada.

Excessos de final de ano: outras consequências que colocam a saúde em risco: 

Como dito anteriormente as consequências dos exageros de final vão além de ganho de peso. Veja outros malefícios abaixo:

Intoxicação alimentar

A Intoxicação alimentar é um dos problemas mais comum que acontecem nesse período de mesas fartas.

A complicação é causada pela ingestão de comidas mal conservadas ou alimentos mal lavados.

Visto que, que os alimentos podem estar contaminados por microrganismos (bactérias, vírus, protozoários, etc.), ou substâncias químicas e tóxicas.

A falta de lavagem das mãos antes de comer também pode contribuir para uma intoxicação alimentar.

Excesso de álcool

O consumo excessivo de bebidas alcoólicas é outra realidade que acontece nas festas de dezembro.

São várias as consequências decorrentes do consumo exagerado de álcool, sendo os sintomas da uma ”ressaca” os mais comuns.

De acordo com o CISA – Centro de Informações sobre Saúde e Álcool, a ”ressaca” é uma forma que o organismo encontra para nos lembrar sobre os perigos do consumo excessivo de álcool.

A complicação está associada à intoxicação aguda de álcool, tem início cerca de 6 a 8 horas após o excesso e pode durar até 24 horas.

O mal-estar se caracteriza pela presença de sintomas físicos como: dor de cabeça, náuseas, cansaço, tremores, entre outros.

Da mesma forma, a ”ressaca” também apresenta sintomas mentais, sendo os mais comuns a irritabilidade e a ansiedade.

Não apenas isso, a abundância de álcool também pode resultar em uma desidratação, já que ele causa um efeito diurético.

Além disso, há uma consequência muito grave relacionada ao consumo de álcool e embriaguez: os acidentes de trânsito.

Acidentes Cardiovasculares

Um acidente cardiovascular é certamente a consequência mais séria que pode decorrer devido aos excessos de fim de ano.

A vigilância nos exageros deve ser feita acima de tudo pelas pessoas que possuem pressão arterial elevada e colesterol alto.

Em síntese, o perigo se eleva para essas pessoas devido às doenças cardiovasculares serem agravadas pelo consumo exagerado de gordura, sal e álcool.

Além disso, os excessos podem resultar no aumento da pressão arterial e na formação de placas de gordura dentro dos vasos.

Por consequência podem surgir complicações como o infarto e o AVC (Acidente Vascular Cerebral).

Dormir pouco

Nesse período de festas de fim de ano também é frequente que as pessoas passem a dormir pouco.

Não dormir a quantidade de horas necessárias podem deixar o sistema imunológico mais fraco e propenso à doenças.

Do mesmo modo, dormir pouco pode resultar em fadiga e na falta de equilíbrio e concentração.

Dicas para aproveitar as celebrações de fim de ano sem excessos prejudiciais

Em matéria publicada pelo Jornal Extra, o cardiologista Marcelo Luiz Peixoto Sobral, da Sociedade Brasileira de Cirurgia Cardiovascular, destaca que mesmo nessa época de festas não se pode deixar a saúde de lado.

De acordo com o médico, é necessário tomar cuidado com a qualidade e a quantidade de alimentos consumidos, e priorizar o consumo de saladas, frutas e sucos.

Outras medidas simples também podem contribuir para uma passagem de ano sem problemas. Veja abaixo:

Beba com moderação

Não exagere na quantidade de bebidas alcoólicas. Estabelecer uma quantidade  de bebida que será consumida pode ajudar nessa hora.

Entretanto, se exagerou no álcool, não dirija.

Durma bem

Procure manter uma rotina de sono mais adequada e saudável possível.

Diminua a ingestão de gordura e açúcar

Diminua o consumo de alimentos ricos em gorduras e açúcar, e evite também a ingestão de carne vermelhas e pães.

Com essas dicas é possível desfrutar das celebrações de fim de ano sem excessos e com moderação.

E para começar o próximo ano cuidando de sua saúde conte com a Verità, em nossa clínica você vai encontrar diversos tipos de exames médicos à sua disposição.

Além de um atendimento com respeito, excelência e agilidade. Conte conosco!

Mais Informações