Horário de Atendimento : Seg. a Sex.: 7h - 12h e 13 - 18h. Sáb.: 8h - 12h
  Contato : (54) 3011-0092

All Posts Tagged: Outubro Rosa

Women fighting breast cancer

Outubro Rosa Verità: Fases e sintomas do câncer de mama que você precisa saber – parte II

A campanha do Outubro Rosa deste ano está chegando na reta final, mas é importante lembrar que a conscientização deve durar o ano todo!

Já falamos, na primeira parte deste artigo, sobre os fatores de risco que podem levar ao desenvolvimento do câncer de mama, sobre as fases da doença e os sinais para ficar em alerta. Você pode conferir aqui.
Nesta segunda parte, abordaremos as outras formas de diagnóstico, os cuidados paliativos e os tratamentos. Fatores tão importantes para o bem-estar e a qualidade de vida da paciente. 

 

Formas de diagnóstico

Estamos sempre ressaltando a importância do diagnóstico precoce, agora vamos explicar o porquê disso. 

Você sabia que as pacientes que descobrem a doença na fase inicial, em grande parte dos casos, aumentam suas chances de tratamento e cura?
A orientação principal é que a mulher conheça seu corpo e fique atenta a qualquer alteração suspeita nas mamas, por isso, para o primeiro diagnóstico a realização do autoexame é essencial.
A detecção precoce da doença também é feita pela mamografia, para este exame a recomendação no Brasil, feita pela Sociedade Brasileira de Mastologia (SBM) em conjunto com o Colégio Brasileiro de Radiologia e Diagnóstico por Imagem (CBR) e com a Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (FEBRASGO) é que seja realizado anualmente em mulheres a partir dos 40 anos de idade.

Mas em mulheres que possuem mamas mais densas ou que possuem próteses de silicone, a mamografia pode não ser tão eficiente, podendo até confundir o médico especialista em alguns casos. Para essas situações é realizada a ultrassonografia, este exame acaba sendo mais eficiente na visualização de nódulos, e na diferenciação entre áreas sólidas e císticas. 

Além desses, outros exames também podem ser solicitados para um diagnóstico mais avançado e preciso, como o exame de sangue, que serve para verificar a concentração de alguns marcadores que podem ser indicativos de algum processo cancerígeno. Ele também é determinante para a escolha do tratamento certo e para saber como a paciente está respondendo à terapia.

Outro exame que pode ser realizado, especialmente quando houver alterações nos resultados da mamografia ou no ultrassom, é a ressonância magnética. Ela ajuda na confirmação do diagnóstico e na verificação de outros locais que possam estar afetados.
A biópsia é o último exame de diagnóstico utilizado para confirmar a presença do câncer de mama. Com amostras do tecido, retiradas diretamente das lesões da mama, é possível verificar se há ou não a presença de células tumorais.

Assim como acontece no Brasil, em países que participam da campanha do Outubro Rosa e também adotam essas medidas para o diagnóstico precoce, já é possível observar um impacto positivo na redução da mortalidade pelo câncer de mama.

 

Tratamento e cuidados paliativos

Muitas pessoas, quando pensam no câncer de mama, imaginam tratamentos agressivos e invasivos. Mas saiba que os tratamentos evoluíram muito nos últimos anos, e dependendo do estágio, é possível ter uma rotina normal e manter uma boa qualidade de vida.

O tratamento é feito por meio de uma ou várias modalidades combinadas, o médico é quem irá determinar o tratamento mais adequado, que pode envolver quimioterapia, radioterapia, hormonioterapia, tratamento com anticorpos e em alguns casos cirurgias, como mastectomias, quadrantectomia e reconstrução mamária. Vamos desmistificar todos eles a seguir!

– Quimioterapia: este tipo de terapia têm a função de eliminar e impedir o crescimento desordenado das células cancerígenas. Ela vai variar de acordo com o estágio, com a idade da paciente e com as características hormonais de desenvolvimento da doença. A quimioterapia é realizada com a aplicação de medicamentos por via intravenosa, e em alguns casos por via oral. Esta terapia pode pode ser administrada de 4 a 6 meses para a prevenção da recidiva após a cirurgia de retirada do tumor.

– Radioterapia: a radioterapia geralmente é indicada para mulheres que realizaram a retirada cirúrgica do tumor. O tratamento utiliza a radiação ionizante aplicada diretamente no local onde se localizava o tumor com o objetivo de eliminar ou impedir a propagação das células que formaram o câncer. Existem dois tipos, a radioterapia externa e a interna.
A externa consiste na aplicação de feixes de radiação fracionados sobre a área afetada. Esse tratamento é administrado por 5 dias, durante um período de aproximadamente 5 a 6 semanas. Já a radioterapia interna ou braquiterapia, é um tipo de radioterapia, onde o agente radioativo é implantado, por meio de cateteres ou sondas, dentro ou próximo ao órgão a ser tratado e que utiliza fontes radioativas específicas. Geralmente esse tratamento é administrado duas vezes ao dia, durante 5 dias com a paciente em regime ambulatorial.

– Cirurgia: normalmente a cirurgia pode ser associada a outros tratamentos pré ou pós-operatórios, ela tem como objetivo a retirada do tumor mamário e, caso necessário, dos gânglios nos vasos linfáticos localizados nas axilas. Existem alguns tipos de cirurgias no tratamento do câncer de mama. A quadrantectomia é uma delas, ela consiste na retirada de partes da mama onde há presença de tumor, preservando boa parte dos tecidos saudáveis. A cirurgia de mastectomia é outro tipo, esta consiste na retirada total da mama. Quando há indicação para realização da mastectomia, é possível realizar uma segunda cirurgia de reconstrução mamária, que ajuda a devolver a estética da mama para a mulher. 

Além desses tratamentos, existem alguns cuidados paliativos que podem trazer melhorias na qualidade de vida da paciente.
Eles devem incluir, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a chamada “assistência promovida por uma equipe multidisciplinar”, cujo objetivo principal é a melhoria da qualidade de vida da paciente, incluindo também cuidados com seus familiares. Essa assistência vai além dos tratamentos dos sintomas físicos, ela cuida dos aspectos sociais, psicológicos e espirituais da paciente, e deve ser iniciada desde o momento do diagnóstico.

Há muitos boatos em torno do câncer de mama e eles podem gerar muita ansiedade e estresse nas mulheres, não é a toa que o tema da campanha do Outubro Rosa neste ano é “Câncer de mama: juntos, sem medo”.
É preciso desconstruir o medo através da divulgação de informações corretas sobre o diagnóstico precoce, os tratamentos e o convívio com a doença. E nós, da Verità, estamos aqui para cuidar e orientar você com todo carinho!
Conte com o nosso apoio e acolhimento em nosso Centro da Mulher Dr. Aliomar Andrade para diagnósticos precisos.

Mais Informações
high-angle-people-expressing-solidarity-breast-cancer_23-2148283633

Outubro Rosa Verità: Fases e sintomas do câncer de mama que você precisa saber

O mês de outubro traz um alerta importante para a saúde das mulheres sobre o câncer de mama e a Verità, como apoiadora desta causa, não poderia ficar de fora.

É verdade que tivemos progresso desde a primeira ação do Outubro Rosa no Brasil, em 2002, mas esse tipo de câncer ainda é o segundo mais comum entre as mulheres, respondendo por cerca de 28% dos novos casos e, de acordo com o Instituto Nacional do Câncer, é a que mais causa mortes de mulheres no país. E por ainda não existir uma causa específica, a conscientização sobre o câncer de mama é muito importante!

Por isso, queremos conversar com você neste artigo, para falarmos tudo o que você precisa saber sobre os fatores de risco que podem levar ao desenvolvimento deste tipo de câncer, sobre as fases da doença e os sinais para você ficar em alerta. Confira!

 

Fatores de riscos

Mesmo acometendo também os homens, você sabe por que o câncer de mama está associado à saúde das mulheres? A sua incidência maior ocorre nesta população, enquanto que para os homens representa menos de 1% do total de casos. Isso porque mulheres acima dos 50 anos têm maior risco de desenvolvimento, que somado a outros fatores como o histórico familiar (cerca de 5 a 10% dos casos da tem como causa os fatores hereditários), ao ciclo menstrual (mulheres que tiveram puberdade precoce, antes dos 12 anos) ou que entraram na menopausa mais tarde (após os 55 anos), têm aumento no risco desse tipo de câncer devido a exposição mais longa aos hormônios femininos.

O estilo de vida também deve ser levado em consideração, excesso de peso, a não prática de atividades físicas, o consumo de bebidas alcoólicas em excesso e fumar, também colaboram com os fatores de risco. Aliás, ter hábitos saudáveis traz diversos benefícios para a nossa vida, não é mesmo?!

E essa dica agora é para as mamães e para as futuras mamães: você sabia que a amamentação é considerada um fator protetor? Isso mesmo, além de todos os benefícios que já conhecemos, ela ajuda a prevenir a doença, pois quando o bebê suga o leite, o movimento promove uma espécie de esfoliação do tecido mamário. Deste modo, se tiverem células cancerígenas, elas serão eliminadas e renovadas. Outro benefício é que as taxas de determinados hormônios que favorecem o desenvolvimento desse tipo de câncer caem durante o período de aleitamento. Assim, quanto mais prolongada for a amamentação, maior a proteção para a mãe e para o bebê. 

É importante lembrar que ter um fator de risco, não significa que você vai ter a doença, pois é difícil saber o quanto desse fator pode ter contribuído para o seu desenvolvimento. Fazer o acompanhamento periódico da sua saúde ainda é a melhor forma de diagnóstico, de cuidado e de carinho com você mesma.

 

Fases e estágios

Conhecer todas as fases é determinante para a realização do tratamento correto. Identificar os estágios do câncer de mama ajuda a classificar a doença de acordo com sua extensão ou gravidade, e auxilia o médico na escolha do melhor tratamento. 

Essa classificação baseia-se nas características do chamado tumor primário (que atinge somente as mamas), nas características dos gânglios linfáticos da mama (se o câncer invadiu os vasinhos próximos), e na presença ou ausência de metástase à distância (que é quando forma-se tumores). Desta forma, podemos classificar em estágios que vão do 0 ao 4:

  • Estágios 0, 1 e 2: são os estágios iniciais, nos quais o tumor está limitado à mama. Nestes estágios as chances de cura são grandes, desde que o diagnóstico ocorra cedo e que a paciente responda bem ao tratamento.
  • Estágio 3: neste estágio ele é chamado de “câncer de mama localmente avançado”, o que significa que o câncer pode ter se espalhado para os nódulos linfáticos e para outros tecidos da mama, mas não para outros locais do corpo.
  • Estágio 4: neste estágio é que acontece o “câncer de mama metastático” ou “avançado”. Nesta fase, há uma disseminação da doença para outros locais do corpo.

Em todos esses casos, quando detectado precocemente, as chances de sucesso no tratamento são maiores. E por esta razão, vale ressaltar a importância das consultas de rotina, do autoexame mensal e do exame de mamografia a cada dois anos.

 

Cuidados com você mesma

Os sintomas costumam surgir tardiamente, por isso, alguns sinais precisam de um cuidado maior.

O mais comum é o aparecimento de um caroço na mama, mas existem outros indícios  que são desconhecidos por muitas mulheres, como a irritação e o aparecimento de irregularidades na pele, com covinhas ou franzidos, que fazem a pele se assemelhar à casca de uma laranja.

Outros sinais que podem surgir são a dor no mamilo ou inversão do mamilo (quando fica mais para dentro), vermelhidão ou descamação da pele da mama. Também existe a presença de caroço palpável nas axilas e o surgimento de secreção geralmente transparente, podendo ainda ser rosada ou avermelhada, devido à presença de glóbulos vermelhos mais concentrada na região.

É preciso estar sempre atenta ao seu corpo e o seu desenvolvimento. Ao surgimento do primeiro sinal, procure orientação médica, um diagnóstico precoce pode salvar sua vida e a vida de quem você ama.

No próximo artigo falaremos mais sobre outras formas de diagnóstico, sobre os cuidados paliativos, e o tratamento que sempre visa o bem-estar e a qualidade de vida da paciente, incluindo seu estado de saúde físico e emocional. Continue nos acompanhando!

E para qualquer diagnóstico, você pode contar com o acolhimento da Verità! Estamos preparados para atender você com todo o cuidado que merece em nosso Centro da Mulher Dr. Aliomar Andrade.

 

Mais Informações

OS EXAMES DE IMAGEM MAIS INDICADOS PARA MULHERES

 

exame mulher

A saúde da mulher precisa de cuidados essenciais para garantir o bem-estar de si mesma e das pessoas ao redor, principalmente os filhos. Por isso, essa relação da mulher com a sua saúde deve ocorrer de maneira preventiva e eficiente.                                                                                          

Quando a fase adulta chega, principalmente a gravidez, é essencial dobrar esse autocuidado. Ou seja, procurar médicos regularmente e fazer os exames indicados para mulheres. Dessa forma, será possível encontrar algum diagnóstico de provável patologia.

Os exames de imagem são os quais transmitem um resultado de maior eficiência quanto a saúde atual das pessoas. São utilizados como uma forma de investigação com o objetivo de identificar tumores ainda em estágios iniciais. Assim, a mulher possui maiores chances de cura.

Veja abaixo quais são os exames de imagem mais indicados para mulheres:

ULTRASSONOGRAFIA OBSTÉTRICA

É um dos exames mais fundamentais para o acompanhamento pré-natal de uma gestante. Por meio dela, é possível observar, acompanhar e investigar cada etapa do processo de gravidez.

A melhor parte de realizar esse acompanhamento com seu médico, sem dúvidas, será ter a certeza sobre a saúde do seu bebê, independentemente do seu tempo de gestação.

Com ela, é possível identificar se há risco de síndromes genéticas, por exemplo. Além de descobrir a possibilidade de haver doenças cardíacas. Poderá também, avaliar toda a anatomia do seu bebê e investigar se há malformações fetais.

Ultrassonografia 3D

Trata-se de uma complementação da Ultrassonografia Obstétrica para que os pais consigam observar o bebê em 3 dimensões. Ela é de extrema eficiência para avaliar alguns órgãos internos do bebê, calcular os volumes e fazer uma avaliação cardíaca.

ULTRASSONOGRAFIA DE ABDOME

Avalia o funcionamento dos órgãos internos na mulher, como o fígado e o pâncreas, por exemplo. Ela pode detectar nódulos, cistos, cálculo renais, além de rastrear dores abdominais na paciente esclarecendo o motivo, quando possível.

ULTRASSONOGRAFIA MAMÁRIA

Esse tipo de ultrassonografia tem o objetivo de avaliar e rastrear nódulos em mulheres com idade reprodutiva. Também auxilia na investigação de lesões nas mamas, para que, o médico decida o melhor meio de tratamento.

E sobretudo, é uma complementação para a mamografia, que é o exame mais preciso no diagnóstico de câncer de mama.

MAMOGRAFIA

É o exame mais importante para obter o diagnóstico de câncer de mama. A mamografia consegue identificar a doença ainda em seus estágios iniciais, o que aumenta bastante as chances de cura e proporciona um tratamento mais tranquilo.

É um exame obrigatório para as mulheres acima de 40 anos, devendo ser realizado anualmente como prevenção.

RADIOGRAFIA DIGITAL

Pode auxiliar no diagnóstico de diversas patologias, inclusive a osteoporose. Essa doença é silenciosa e atinge, em grande maioria, mulheres a partir dos 60 anos de idade.

 

A Verità Diagnósticos realiza todos esses exames de imagem indicados para as mulheres. Alertamos que é de extrema importância cuidar da própria saúde, principalmente a partir da idade adulta.

Dia 8 de Março comemoramos o mês delas que, com tanto carinho cuidam de todos e transformam o dia a dia das pessoas que as rodeiam.

A Verità Diagnósticos homenageia a todas as mulheres e incentiva-as a procurar um médico periodicamente. Possuímos médicos experientes e capacitados para realizar seu exame.

Precisa agendar o seu exame? Entre em contato com a Verità Diagnósticos pelo telefone (54) 3011-0092 ou pelo nosso site: http://www.veritadiagnosticos.com.br/agende-seu-exame/.

 

Mais Informações

Radiologia e sua importância para a medicina

O ramo da radiologia na medicina, principalmente diagnóstica, possui grande importância. Essa atuação conjunta é um fator de grande avanço e que influencia diretamente na vida das pessoas. Exames de raio-x facilitam cada vez mais a prevenção e o diagnóstico de doenças. E o benefício é, sobretudo, do paciente.

dia-do-radiologista

 

A radiologia possui o objetivo de estudar a aplicação do raio-x e da radiação para o diagnóstico e o tratamento de patologias. E, mesmo com mais de um século de existência, é um dos exames de triagem mais importantes da medicina.

IMPORTÂNCIA DA RADIOLOGIA

Muitas vezes não demos a devida consideração à radiologia. Por isso, trouxemos alguns tópicos importantes que nos lembram o porquê dessa área ser tão necessária para a medicina.

– Análise preventiva ou diagnóstica

O organismo pode ser analisado de maneiras diversificadas, por meio de várias especialidades da medicina. Sendo assim, podemos encontrar o auxílio da radiologia nessa investigação. Seja na análise do sistema digestivo ou na ortopedia, os exames estão sempre descobrindo e diagnosticando diferentes patologias.

– Tratamento

Pacientes que estão em tratamento de alguma doença, como a pneumonia por exemplo, podem ser acompanhados por meio de uma radiografia. E, dessa forma, o médico poderá identificar a melhor maneira de levar o tratamento adiante.

TIPOS DE RADIOLOGIA

Em geral, a área radiológica pode se dividir em dois planos: Diagnóstico e Terapêutico:

– Radiologia Diagnóstica

Como já dissemos, o plano diagnóstico da radiologia investiga o que ocorre com o corpo humano no momento do exame. Essa análise é feita por meio de diferentes tipos de imagens. Isso permite que o médico identifique, de maneira mais facilitada (e rápida), o que está acontecendo com o paciente.

Por isso, na radiologia existem diferentes formas de se identificar patologias no organismo. Veja algumas abaixo:

  •        Radiografia Simples – é o famoso Raio-X. Em virtude da diferença de composição e densidade das áreas do corpo humano, cada estrutura capta diferentes quantidades de raios-x. Dessa forma, o restante é absorvido pelo filme fotográfico durante o exame. E então, uma imagem 2D, sobreposta às estruturas atravessadas, é formada.
  •         Radiografia Contrastada – nesse tipo é utilizado uma substância radiopaca, como o sulfato de bário. E assim, é possível visualizar uma estrutura específica do corpo. Pode ser:

       Articular

       REED

       Enema Opaco

  •        Mamografia – É como uma radiografia simples, porém apenas nas mamas. É considerado o exame mais eficiente para o diagnóstico do câncer de mama. No Brasil, o mês de outubro é o recorde nesse exame, afinal a campanha Outubro Rosa ocorre para lembrar às mulheres sobre a importância de realizar esse tipo de radiografia.
  •        Tomografia Computadorizada – É uma imagem mais detalhada e precisa de todos dos eixos do corpo humano. A emissão de raios-x em maiores quantidades pode ser processada em imagens computadorizadas. Sem dúvidas é uma das radiografias mais completas.
  •        Ultrassonografia – Assim como o raio X, esse também é um exame realizado com muita frequência. Imagens são obtidas por meio de uma sonda que emite ondas sonoras de alta frequência. O eco dessas ondas é o que permite a visualização em tempo real da parte examinada. Existem diferentes tipos:

                          – Ultrassonografia Geral

                          – Ultrassonografia Mamária

                          – Ultrassonografia Vascular

                          – Ultrassonografia Cardíaca

                          – Ultrassonografia Obstétrica

                          – Ultrassonografia com Doppler Colorido

No plano diagnóstico, há também: a Medicina Nuclear, a Ressonância Magnética e a Densitometria Óssea.

O MÉDICO RADIOLOGISTA   

O Radiologista é o profissional da área da medicina que atua no estudo de estruturas e órgãos por meio do uso de raios-x. Ele é responsável pelo relatório e pelo diagnóstico por imagem. Ou seja, o paciente que realiza uma radiografia depende inteiramente da perfeita análise do Médico Radiologista para diagnosticar uma patologia, ou até mesmo indicar a necessidade de cirurgia.

A Verità Diagnósticos possui uma equipe de ótimos médicos radiologistas. E, por isso parabenizamos a todos eles por sua dedicação e impecável trabalho executado. Clique aqui para conhecer a nossa equipe!

O dia 08 de novembro é reservado para homenagear o Radiologista. Desejamos parabéns a todos os médicos que atuam na área da radiologia!

 

Mais Informações

Câncer de Mama: Saiba por que a detecção precoce é importante

Se o Câncer de Mama for descoberto no início, implica em mais de 90% de possibilidade de cura.

Câncer de mama

 

Um dos métodos mais eficientes para a cura do Câncer de Mama é a detecção precoce. E o mês de outubro traz o alerta para todas as mulheres: o cuidado com a saúde física e mental é de extrema importância. E isso vale para qualquer idade, de jovens a idosas.

Conhecer o próprio corpo e saber o que se passa consigo mesma é fundamental para garantir uma vida sem problemas de saúde. É dever de cada mulher buscar informações no dia a dia. Dessa forma, saberão o que é normal e o que precisa de atenção, principalmente com suas mamas.

Seja durante o banho ou ao trocar de roupa, é essencial observar e valorizar as descobertas diárias sobre si mesma. Isso garantirá o reconhecimento de alguma alteração no futuro. Falaremos hoje, sobre a importância da detecção precoce do Câncer de Mama que farão você estar atenta diariamente. Confira:

BENEFÍCIOS DA DETECÇÃO PRECOCE

Veja algumas das vantagens do diagnóstico precoce de Câncer de Mama:

– Se estiver em estágios iniciais, pode haver chance de 95% de cura;

– Há a possibilidade de um tratamento menos agressivo;

– Menos chance de morrer pelo câncer de mama, afinal o tratamento é mais eficiente se realizado precocemente.

COMO É FEITA A DETECÇÃO PRECOCE?

Autoexame

Como já falamos, uma das maneiras é a detecção através do autoexame. Veja o passo a passo abaixo para aprender a forma correta de conhecer melhor o seu corpo:

1 – Posicione-se em frente a um espelho:

  • Observe as duas mamas com os braços relaxados ao longo do corpo;
  • Coloque as mãos na cintura fazendo força e observe;
  • Coloque-as atrás da cabeça e observe se há alguma alteração.

2 – Em pé (pode ser durante o banho ou ao trocar de roupa):

  • Apoie seu braço direito sobre a cabeça;
  • Com a mão esquerda examine a mama direita com as pontas dos dedos e em diferente sentidos (principalmente circulares);
  • Repita na outra mama.

3 – Deite de barriga para cima:

  • Eleve o braço esquerdo paralelamente à cabeça;
  • Com a mão direita apalpe o seio esquerdo (até as axilas) fazendo movimentos circulares e suaves com a ponta dos dedos;
  • Repita os movimentos no seio direito.

É importante verificar rotineiramente, pois se sentir algum caroço ou alteração saberá identificar no momento. No entanto, o autoexame NÃO elimina a necessidade de realizar a mamografia diagnóstica (em mulheres acima de 40 anos).

Mamografia

A Mamografia é o exame mais eficiente a ser realizado para detectar o Câncer de Mama em mulheres acima de 40 anos. Deve ser realizada anualmente, mesmo nas mulheres que possuem próteses de silicone.

E é importante ressaltar que, mesmo que não haja nenhum sintoma, você precisa realizá-la. Afinal, existem tumores com menos de um centímetro. Esses, muitas vezes só são identificados em exames de alta precisão.

Faça um acompanhamento anual com um ginecologista ou mastologista. Eles encaminharão você para os exames corretos.

A Veritá Diagnósticos possui equipamentos modernos para realizar seu exame de Mamografia Diagnóstica. Clique aqui e agende seu exame!

VOCÊ POSSUI ALGUM FATOR DE RISCO? ATENTE-SE O QUANTO ANTES!

Algumas mulheres necessitam realizar os cuidados com as mamas de acordo com seu histórico de vida. Sendo assim, se você possui:

  • Obesidade
  • Sedentarismo
  • Casos de câncer na família
  • Exposição excessiva à radiação ionizante
  • Mais de 40 anos
  • Menopausa tardia
  • Câncer de ovário ou mama no passado

Deve se cuidar ainda mais! Não deixe a sua saúde para depois!

 

O Outubro Rosa lembra a todas as mulheres que precisam cuidar da sua saúde antes de qualquer coisa. Estará tudo bem se você estiver bem!

A Verità Diagnósticos apoia a luta contra o Câncer de Mama. Você tem dúvidas sobre exames para o diagnóstico? Entre em contato conosco.

Mais Informações
cancer-de-mama

Outubro Rosa e o alerta para o Câncer de Mama

Conheça a doença que atinge mulheres cada vez mais jovens.

cancer-de-mama

Estar em dia com a saúde é o principal alerta da medicina diagnóstica à todas as pessoas. E o Outubro Rosa é a principal campanha para a prevenção de uma das doenças femininas mais graves. Ela traz o aviso sobre o Câncer de Mama e a necessidade do diagnóstico precoce.

Segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA), são 60 mil casos novos estimados por ano. E esse número atinge mulheres cada vez mais jovens. Diante disso, trouxemos uma breve explicação sobre a doença, prevenção, diagnósticos e tratamentos.

 

CONHEÇA O CÂNCER DE MAMA

Esse tipo de câncer, que é o mais comum entre as mulheres no mundo, trata-se de uma consequência da multiplicação de células anormais. E assim, se forma um tumor na mama, que pode se desenvolver rapidamente ou não.

O Câncer de Mama, se diagnosticado precocemente, possui maior chance de sucesso no tratamento. E, como ainda não há uma causa única para a doença, é importante se alertar e realizar exames com frequência.

 

FATORES DE RISCO

Um dos principais fatores de risco é a idade. Dentre cinco pelo menos quatro ocorrem após os 50 anos. No entanto, a doença está atingindo mulheres cada vez mais jovens. Por isso, é necessário realizar autoexames na mama, além da mamografia a partir dos 40 anos de idade.

Outros fatores de risco importantes são a obesidade, principalmente após a menopausa, e o sedentarismo. E também podem ser encontrados casos de câncer de histórico familiar. Ou seja, se for o seu caso, o cuidado deve ser ainda maior.

 

COMO PREVENIR

Uma das maneiras de se prevenir do Câncer de Mama é controlando o peso corporal. E esse cuidado com o peso deve ser ainda maior em mulheres com mais de 40 anos e em fase pré-menopausa. Assim como é fundamental evitar o sedentarismo realizando atividades físicas diariamente.

 

TRATAMENTO

O tratamento é feito principalmente com cirurgias, dependendo do grau e do tamanho do tumor. Outras opções de tratamento são a radioterapia, quimioterapia e medicamentos.

É fundamental dizer que, quanto antes o câncer de mama for descoberto, maiores chances de tratamento estarão disponíveis para a paciente. E a taxa de curabilidade é de 95% se o diagnóstico for precoce.

 

O DIAGNÓSTICO

Segundo pesquisas do Inca, cerca de 66,2% das pacientes descobrem nódulos ou alterações nos seios por meio do autoexame. Para isso, é preciso tornar o toque nas mamas como parte da rotina. Assim, se houver alguma diferença, a paciente conseguirá identificar.

Além disso, a ida ao ginecologista é fundamental para as mulheres. Além de examinar a mama da paciente na própria consulta, ele solicitará exames para a verificação. A Mamografia deve ser realizada anualmente como a principal maneira de diagnosticar a doença.

 

CAMPANHA OUTUBRO ROSA

A campanha foi trazida para o Brasil em 2008 para alertar às mulheres sobre a importância de se realizar exames preventivos nas mamas. É um incentivo para que a doença deixe de ser vista como uma “sentença de morte” ou incurável.

Com o conhecimento ampliado à população pela rede pública, a doença deixou de ser um tabu. E, dessa forma, os diagnósticos são feitos mais cedo e com muito mais chances de cura.

Dia 19 de outubro é o dia Internacional contra o Câncer de Mama. A Verità Diagnósticos apoia a campanha disponibilizando informações e incentivando o cuidado com a saúde da mulher.

Nós realizamos o exame de Mamografia para a prevenção do Câncer de Mama. Você tem dúvidas sobre exames para o diagnóstico? Entre em contato conosco.

Se desejar agendar a sua Mamografia, clique aqui.

Mais Informações
1
Olá, podemos ajudar? Fale conosco por WhatsApp agora
Powered by